Não ponha sua vida nas mãos do “Estado de Direito”

Um comentário sobre “Não ponha sua vida nas mãos do “Estado de Direito””

  1. A temática é perfeita para o momento, contudo, deveriam ser melhor explicitados os termos “operação Érebo” e “Estado de direito”. Enfim, faltou contextualizar.
    At,
    profa. Oscilene

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *